Cursos e Oficinas de Arte

.


CURSOS E OFICINAS LIVRES DE ARTE – DAC

SEGUNDO SEMESTRE DE 2017

Para o segundo semestre de 2017, o Departamento Artístico Cultural (DAC), da Secretaria de Cultura e Arte (SeCArte), da UFSC oferece uma série de Oficinas Livres de Arte que são abertas à participação de alunos, servidores técnico-administrativos e docentes da UFSC, e pessoas da comunidade.

(Abaixo, numa primeira descrição, estão relacionadas informações sobre inscrições e relação das oficinas, e, depois, relação das oficinas com horários, ementa / resumo e currículo dos instrutores.)

 

INFORMAÇÕES SOBRE AS INSCRIÇÕES E A RELAÇÃO DE OFICINAS PARA 2017-2

– As oficinas acontecerão somente se atingido o número mínimo de alunos.

– Preenchidas as vagas para as Oficinas haverá lista de espera para caso de haver alguma desistência.

– Todas as inscrições são presenciais, fique atento e confira as datas para inscrições conforme o calendário a seguir:

OFICINA DATA HORÁRIO
VIOLÃO 07/08/2017 10:00 às 17:00 horas
CERÂMICA 07/08/2017 10:00 às 17:00 horas
ESMALTAÇÃO 07/08/2017 10:00 às 17:00 horas
CURSO FOTOGRAFIA DIGITAL

Básico I – Introdução à Técnica e à Linguagem Fotográfica

08/08/2017 10:00 às 17:00 horas
WORKSHOP DE FOTOGRAFIA DIGITAL – O Olhar Fotográfico (para câmeras compactas e smartphones) 08/08/2017 10:00 às 17:00 horas
O ARGUMENTO COMO MEIO DE COMPOR A NARRATIVA DOCUMENTAL 08/08/2017 10:00 às 17:00 horas
DANÇAS CIRCULARES 08/08/2017 10:00 às 17:00 horas
OTA – OFICINA DE TEATRO PARA ADOLESCENTE 08/08/2017 14:00 horas
AQUARELA 09/08/2017 10:00 às 17:00 horas
DESENHO LIVRE 09/08/2017 10:00 às 17:00 horas
DOCUMENTÁRIO 09/08/2017 10:00 às 17:00 horas
WORKSHOP DE ENCADERNAÇÃO MANUAL: Costurando Papéis 09/08/2017 10:00 às 17:00 horas
HISTÓRIA DA ARTE 10/08/2017 10:00 às 17:00 horas
OFICINA DE FUSÃO DE VIDROS (técnica fusing) 10/08/2017 10:00 às 17:00 horas
OPT – OFICINA PERMANENTE DE TEATRO 24/08/2017 20:00 horas
EXPRESSÃO CORPORAL 24/08/2017 20:00 horas

 

Procedimentos para as inscrições: 

1.Preencher a Ficha de Inscrição para a oficina desejada.

2. A ficha de inscrição deve ser devidamente preenchida e entregue na coordenação das Oficinas Livres de Arte do DAC, quando será emitido um Boleto Bancário com data de vencimento para pagamento da taxa de matrícula.

3. Após o pagamento da taxa, o comprovante de pagamento deve ser apresentado na coordenação do Projeto Cursos e Oficinas Livres de Arte do DAC até o inicio das aulas para efetivar a inscrição.

4. Só serão efetivadas as inscrições que tenham sido confirmadas na coordenação do Projeto Cursos e Oficinas Livres de Arte do DAC.

 

SOBRE AS INSCRIÇÕES:

OFICINA DE VIOLÃO: a partir do dia 07/08/2017, das 10 às 17 horas, por ordem de chegada, enquanto houver vagas.

Carga Horária: 15 horas

Taxa de Inscrição: R$ 250,00

Horários:

Segundas-feiras:

Violão Iniciante Turma I – 09:00 – 10:30h  – 10 vagas – mínimo 8

Violão Intermediário* – 10:30 – 12:00h – 10 vagas – mínimo 8

Violão Iniciante Turma II – 14:00 – 15:30h – 10 vagas – mínimo 8

 

OBS.:

Violão com cordas de nylon, tocado com os dedos – esta oficina não será voltada para violão com cordas de aço, tocado com palheta

* Violão Intermediário: voltado para alunos que já cursaram Violão Iniciante e para alunos que já tenham algum tipo de iniciação ao violão.

 

OFICINA DE CERÂMICA ARTÍSTICA: a partir do dia 07/08/2017, das 10 às 17 horas, por ordem de chegada, enquanto houver vagas.

Carga Horária: 30 horas

Taxa de Inscrição: R$ 250,00

Segundas-feiras, das 09:00 às 12:00h  – 10 vagas – mínimo 8

 

OFICINA DE ESMALTAÇÃO: a partir do dia 07/08/2017, das 10 às 17 horas, por ordem de chegada, enquanto houver vagas.

Carga Horária: 30 horas

Taxa de Inscrição: R$ 250,00

Terças-feiras, das 09:00 às 12:00h – 10 vagas – mínimo 8

 

OFICINA DE AQUARELA: a partir do dia 09/08/2017, das 10 às 17 horas, por ordem de chegada, enquanto houver vagas.

Carga Horária: 30 horas

Taxa de Inscrição: R$ 250,00

Sextas-feiras, das 09:00 às 12:00h – 12 vagas  –  mínimo 10

 

OFICINA DE DESENHO LIVRE: a partir do dia 09/08/2017, das 10 às 17 horas, por ordem de chegada, enquanto houver vagas.

Carga Horária: 30 horas

Taxa de Inscrição: R$ 250,00

Quartas-feiras, das 09:00 às 12:00h – 12 vagas  –  mínimo 10

 

OFICINA: O argumento como meio de compor a narrativa documental: a partir do dia 08/08/2017, das 10 às 17 horas, por ordem de chegada, enquanto houver vagas.

Carga Horária: 30 horas

Taxa de Inscrição: 250,00

Segundas-feiras, das 19:00 às 22:00h – 18 vagas – mínimo 12

 

OFICINA DE HISTÓRIA DA ARTE:  a partir do dia 10/08/2017, das 10 às 17 horas, por ordem de chegada, enquanto houver vagas.

Carga Horária: 30 horas

Taxa de Inscrição: R$ 250,00

Quintas-feiras, das 14:00 às 17:00h – 18 vagas – mínimo 12

 

CURSO FOTOGRAFIA DIGITAL Básico I – Introdução à Técnica e à Linguagem Fotográfica: a partir do dia 08/08/2017, das 10 às 17 horas, por ordem de chegada, enquanto houver vagas.

Carga Horária: 30 horas

Taxa de Inscrição: R$ 300,00

Turma I – Terças-feiras, das 14:00 às 17:00 – 18 vagas –  mínimo 12

Turma II – Quintas-feiras, das 09:00 às 12:00 – 18 vagas –  mínimo 12

 

OFICINA DE DOCUMENTÁRIO:  a partir do dia 09/08/2017, das 10 às 17 horas, por ordem de chegada, enquanto houver vagas.

Carga Horária: 40 horas

Taxa de Inscrição: R$ 350,00

Quartas- feiras, das 14:00 às 17:00h  – 18 vagas – mínimo 12

 

WORKSHOP DE ENCADERNAÇÃO MANUAL – Costurando papéis: a partir do dia 09/08/2017, das 10 às 17 horas, por ordem de chegada, enquanto houver vagas.

Carga Horária: 21 horas

Taxa de Inscrição: 250,00

Quartas-feiras, das 19:00 às 22:00 – 15 vagas  –  mínimo 12

 

OFICINA DE FUSÃO DE VIDROS (técnica fusing): a partir do dia 10/08/2017, das 10 às 17 horas, por ordem de chegada, enquanto houver vagas.

Carga Horária: 30 horas

Taxa de Inscrição: R$ 250,00

Quintas-feiras, das 09:00 às 12:00h – 10 vagas –  mínimo 08

 

OFICINA DE DANÇAS CIRCULARES: a partir do dia 08/08/2017, das 10 às 17 horas, por ordem de chegada, enquanto houver vagas.

Carga Horária: 21 horas

Taxa de Inscrição: R$ 250,00

Terças-feiras das 10:00 às 11:30h  – 15 vagas novas

 

WORKSHOP DE FOTOGRAFIA DIGITAL – O Olhar Fotográfico (para câmeras compactas e smartphones): a partir do dia 08/08/2017, das 10 às 17 horas, por ordem de chegada, enquanto houver vagas.

Carga Horária: 12 horas

Taxa de Inscrição: R$ 250,00

Terças-feiras das 09:00 às 12:00 – 18 vagas –  mínimo 12

 

OFICINA PERMANENTE DE TEATRO: a partir do dia 24/08/2017, às 20 horas, por ordem de chegada, enquanto houver vagas.

 

USO DO OBJETO EM CENA E IMPROVISAÇÃO COM ÊNFASE NO JOGO DO PALHAÇO.

Carga Horária: 60 horas

Taxa de Inscrição: R$ 400,00

Terças e quintas–feiras das 19:30 às 22:00 horas – Vagas: 35 – mínimo 20

 

OFICINA DE EXPRESSÃO CORPORAL – OPT: a partir do dia 24/08/2017, às 20 horas, por ordem de chegada, enquanto houver vagas.

Carga Horária: 30 horas

Taxa de Inscrição: R$ 250,00

Quartas-feiras das 09:00 às 12:00 – 20 vagas –  mínimo 12

 

OFICINA DE TEATRO PARA ADOLESCENTES: a partir do dia 08/08/2017 às 14 horas, por ordem de chegada, enquanto houver vagas.

Carga Horária: 50 horas

Taxa de Inscrição: R$ 250,00

Terças e quintas-feiras das 14:00 às 17:00 – 18 vagas –  mínimo 12

 

OBSERVAÇÕES

– O interessado poderá se inscrever em mais de uma Oficina;

– As inscrições são válidas para o período de 14/08/2017 a 30/11/2017;

– Não há mensalidade;

– Para se inscrever o interessado deve preencher a Ficha de Inscrição e entregar nas datas e horários definidos para matrícula na Coordenação do Projeto Cursos e Oficinas Livres de Arte do DAC, quando será emitido Boleto Bancário para o pagamento da taxa de inscrição até a data do vencimento; a comprovação do pagamento da inscrição deve ser apresentada à Coordenação do Projeto Cursos e Oficinas Livres de Arte do DAC, até o início das aulas, para a efetivação da inscrição.

_________________________________________

_________________________________________

 

RELAÇÃO DAS OFICINAS OFERECIDAS EM 2017-2 :

HORÁRIOS, EMENTA / RESUMO E CURRÍCULO DOS INSTRUTORES.

 

OFICINA DE VIOLÃO (cordas de nylon, sem palheta).

Ministrante: Kleber Alexandre

Data: 14/08/2017¹ a 16/10/2017.

Carga Horária: 15 horas

Horários:

2ª feira: Violão Iniciante Turma I – 09:00 – 10:30h

Violão Intermediário² – 10:30 – 12:00h

2ª feira: Violão Iniciante Turma II – 14:00 – 15:30h

 

Número de alunos: 10 alunos por turma – mínimo 8

Requisitos: Somente candidatos com idade igual ou superior a 16 anos.

 

OBS:

Violão com cordas de nylon, tocado com os dedos – esta oficina não será voltada para violão com cordas de aço, tocado com palheta

¹ A Oficina do dia 14/08 será destinada à triagem dos alunos para adequação de matrícula – violão iniciante ou intermediário, conforme avaliação do ministrante.

² Violão Intermediário: voltado para alunos que já cursaram Violão Iniciante e para alunos que já tenham algum tipo de iniciação ao violão.

Obs.: Não há mensalidade. O pagamento da Taxa de Inscrição, no valor de R$ 250,00, deve ser efetuado na Rede Bancária através do Boleto Bancário, emitido no ato da inscrição, até a data do vencimento; a confirmação do pagamento da inscrição deve ser apresentada à Coordenação do Projeto Cursos e Oficinas Livres de Arte – DAC até o início das aulas, para efetivar a inscrição.

Procedimentos para matrícula:

Preencher a Ficha de Inscrição e entregar nas datas e horários definidos para matrícula na Coordenação do Projeto Cursos e Oficinas Livres de Arte do DAC, quando será emitido Boleto Bancário para o pagamento da taxa de inscrição. Após o pagamento, apresentar o comprovante na coordenação para efetivar a inscrição.

Sobre o ministrante:

Kleber Alexandre possui bacharelado em Composição e Regência pela Universidade Estadual Paulista – Júlio de Mesquita Filho (1995) e mestrado em Literatura pela Universidade Federal de Santa Catarina (2006). Completou o curso de violão clássico no Conservatório Musical Imirim (SP); Na E.M.M.S.P estudou matérias teóricas e cursou violão com Edelton Gloeden e Everton Gloeden; estudou Improvisação e Arranjo com Ulisses Rocha e Choro com Francisco Araújo. Entre 2002 e 2003 foi professor de violão e entre 2006 e 2011 foi professor de percepção, harmonia, canto coral, violão e prática de conjunto na Universidade do Estado de Santa Catarina/UDESC Tem experiência na área de Artes, com ênfase em Composição Musical, atuando principalmente nos seguintes temas: violão, composição, arranjo, análise de canção, harmonia, contraponto, performance, educação musical, literatura e história da MPB.

Sobre a oficina:

Ementa:

Postura; Afinação; Mecânica do movimento de mão direita e mão esquerda;

Noções de cifra; ritmos de mão direita aplicados a progressões harmônicas;

Prática de acompanhamento de canções; Prática de conjunto;

Noções de leitura musical;

Localização das notas na escala do violão;

Desenvolvimento técnico: escalas, arpejos, ligados.

 

Conteúdo Programático.

Violão Iniciante:

– Noções de postura: cadeira, apoio para o pé, membros, postura do violão.

– Questionamentos sobre a eficácia da postura postulada, bem como exercícios para verificação das vantagens obtidas na postura sugerida.

– Exercícios para mão direita: combinações binárias de movimento e fórmulas de arpejos de quatro notas utilizando cordas soltas; Conscientização dos tipos de movimento para mão esquerda e exercícios.

– Escala de mi menor natural na primeira posição nas cordas graves e aplicação nas fórmulas de arpejo.

– Levada para mão direita: analogia com percussão, símbolos. Gêneros “balada” ou “balada pop”, subgêneros, origens e confluências: aplicação em repertório.

– Montagem de acordes: encadeamentos básicos, com enfoque inicial em acordes que utilizam cordas soltas, um dedo ou dois dedos e repertório selecionado com essa característica.

– Repertório: balada e variações; sugestões para pesquisa individual: seleção por afinidade, grau de dificuldade e treino de mecanismos de busca na internet e aplicativos (transposição de tonalidade).

– Exercícios de reconhecimento de notas, leitura e postura para mão esquerda: bibliografia selecionada.

– Gênero rock e subgêneros: aplicação em repertório.

– Ritmos brasileiros: valsa e bossa nova; exercícios para mão direita visando a aplicação em canções de MPB.

 

Violão Intermediário:

* Voltado para os alunos que fizeram o violão iniciação e para alunos que já tenham uma iniciação ao violão.

– Arpejos do método de Abel Carlevaro.

– Escalas em uma corda – método de Kleber Alexandre.

– Bossa nova: canções de Toquinho, Tom Jobim entre outros.

– Mpb: canções de Djavan, Caetano Veloso, Milton Nascimento, entre outros que apresentem confluências com ritmos estudados.

– Prática de conjunto: arranjos de canções populares e pequenas peças instrumentais;

– Noções de canto acompanhado: como escolher tonalidade, realizar transposição e noções de exercícios para resolver dificuldades de coordenação motora. Exercícios de técnica vocal aplicados ao violão.

*Justificativa:

Para a continuidade ao trabalho com turmas iniciantes anteriores ou com alunos que já tenham iniciação ao violão

 

 

OFICINA DE CERÂMICA ARTÍSTICA

Ministrante: Gustavo Tirelli Ponte de Sousa

Data: 14/08/2017 a 16/10/2017

Carga Horária: 30 horas

Horários:

Segundas-feiras das 09:00 às 12:00h

Número de alunos: 10 alunos por turma – mínimo 8

Requisito: aberta a todos os interessados (jovens e adultos), iniciantes ou já praticantes da Cerâmica. Somente candidatos com idade igual ou superior a 17 anos.

Obs.: Não há mensalidade. O pagamento da Taxa de Inscrição, no valor de R$ 250,00, deve ser efetuado na Rede Bancária através do Boleto Bancário, emitido no ato da inscrição, até a data do vencimento; a confirmação do pagamento da inscrição deve ser apresentada à Coordenação do Projeto Cursos e Oficinas Livres de Arte – DAC até o início das aulas, para efetivar a inscrição.

Procedimentos para matrícula:

Preencher a Ficha de Inscrição e entregar nas datas e horários definidos para matrícula na Coordenação do Projeto Cursos e Oficinas Livres de Arte do DAC, quando será emitido Boleto Bancário para o pagamento da taxa de inscrição. Após o pagamento, apresentar o comprovante na coordenação para efetivar a inscrição.

Sobre o ministrante:

Gustavo Tirelli Ponte de Sousa cursou História na Universidade Federal de Santa Catarina (de 1998 a 2001), onde foi bolsista da Reserva Técnica do Museu de Antropologia. Formou-se em Artes Plásticas pela Universidade do Estado de Santa Catarina, em 2008. Participou da Mostra EXTRA no Museu de Arte de Santa Catarina, em 2003. Pela UDESC, criou, junto com o Grupo de Pesquisa Arte e Vida nos Limites da Representação, o Projeto de Extensão Cerâmica e Música no Campeche, de 2003 a 2008. Ajudou a criar o Grupo de Pesquisa Geodésica Cultural Itinerante, em 2011, onde desenvolve pesquisas e trabalhos artísticos colaborativos. Participou da Estação Geodésica no Museu Victor Meirelles, 2014. Foi diretor de programação da Rádio Comunitária Campeche, em 2010-2011. Organizou as feiras de troca e música na Rádio, os Balaios da Rádio. Ministrou Workshop de estêncil pelo Ponto de Cultura TOCA, em 2010. Foi instrutor de Cerâmica Básica e Avançada no Departamento Artístico Cultural da UFSC, em 2011. Criador e Colaborador do Projeto Aviário das Artes no Assentamento Conquista na Fronteira, no município de Dionísio Cerqueira. Atualmente está cursando Curso de Especialização Arte no Campo (Pós-Graduação Lato Sensu). Executou obras de arte públicas com o ERRO Grupo (BUSTOX, 2014) e com Betânia Silveira (2012). Ministra aulas e cursos especiais de Cerâmica em ateliê próprio onde compõe o ATELIEDESINUTIL 2014. Desenvolve pesquisa e produção de cerâmica de alta temperatura, construção de objetos sonoros e processos colaborativos.

Sobre a Oficina:

A oficina de Cerâmica acontecerá em encontros semanais de três horas e está aberta a todos os interessados (jovens e adultos), sejam esses iniciantes ou já praticantes da Cerâmica. A oficina é um espaço para o estudo e a prática Cerâmica. Com o objetivo de estimular os participantes ao desenvolvimento de suas poéticas, o curso pretende que a técnica seja compreendida como ferramenta que facilita a concretização das ideias.

Ementa:

Abordar os principais conceitos relacionados a técnicas e historia da cerâmica. Desenvolver a pratica e o olhar escultórico. Apresentar bibliografia especializada e artistas que fazem uso de técnicas cerâmicas.

Conteúdo Programático:

Apresentação da matéria prima básica, a argila. Historia da cerâmica, cerâmica indígena, cerâmica oriental, cerâmica mediterrânea, cerâmica africana. Técnicas de modelagem, acordelado, belisco, subtração e adição, placas, moldes de gesso. Principais formas, bolas, cones, quadrados e cilindros. Engobes e terras sigilatas. Apresentação dos tipos de queimas. Preparação de barbotinas.

 

OFICINA DE ESMALTAÇÃO.

Ministrante: Gustavo Tirelli Ponte de Sousa

Data: 15/08/2017 a 17/10/2017

Carga Horária: 30 horas

Horários:

Terças-feiras das 09:00 às 12:00h

Número de alunos: 10 alunos por turma – mínimo 8

Requisito: aberta a todos os interessados (jovens e adultos), iniciantes ou já praticantes da Cerâmica. Somente candidatos com idade igual ou superior a 17 anos.

Obs.: Não há mensalidade. O pagamento da Taxa de Inscrição, no valor de R$ 250,00, deve ser efetuado na Rede Bancária através do Boleto Bancário, emitido no ato da inscrição, até a data do vencimento; a confirmação do pagamento da inscrição deve ser apresentada à Coordenação do Projeto Cursos e Oficinas Livres de Arte – DAC até o início das aulas, para efetivar a inscrição.

Procedimentos para matrícula:

Preencher a Ficha de Inscrição e entregar nas datas e horários definidos para matrícula na Coordenação do Projeto Cursos e Oficinas Livres de Arte do DAC, quando será emitido Boleto Bancário para o pagamento da taxa de inscrição. Após o pagamento, apresentar o comprovante na coordenação para efetivar a inscrição.

Sobre o ministrante:

Gustavo Tirelli Ponte de Sousa cursou História na Universidade Federal de Santa Catarina (de 1998 a 2001), onde foi bolsista da Reserva Técnica do Museu de Antropologia. Formou-se em Artes Plásticas pela Universidade do Estado de Santa Catarina, em 2008. Participou da Mostra EXTRA no Museu de Arte de Santa Catarina, em 2003. Pela UDESC, criou, junto com o Grupo de Pesquisa Arte e Vida nos Limites da Representação, o Projeto de Extensão Cerâmica e Música no Campeche, de 2003 a 2008. Ajudou a criar o Grupo de Pesquisa Geodésica Cultural Itinerante, em 2011, onde desenvolve pesquisas e trabalhos artísticos colaborativos. Participou da Estação Geodésica no Museu Victor Meirelles, 2014. Foi diretor de programação da Rádio Comunitária Campeche, em 2010-2011. Organizou as feiras de troca e música na Rádio, os Balaios da Rádio. Ministrou Workshop de estêncil pelo Ponto de Cultura TOCA, em 2010. Foi instrutor de Cerâmica Básica e Avançada no Departamento Artístico Cultural da UFSC, em 2011. Criador e Colaborador do Projeto Aviário das Artes no Assentamento Conquista na Fronteira, no município de Dionísio Cerqueira. Atualmente está cursando Curso de Especialização Arte no Campo (Pós-Graduação Lato Sensu). Executou obras de arte públicas com o ERRO Grupo (BUSTOX, 2014) e com Betânia Silveira (2012). Ministra aulas e cursos especiais de Cerâmica em ateliê próprio onde compõe o ATELIEDESINUTIL 2014. Desenvolve pesquisa e produção de cerâmica de alta temperatura, construção de objetos sonoros e processos colaborativos.

Sobre a Oficina:

Propiciar aos participantes o conhecimento dos principais conceitos ligados ao uso de esmaltes em cerâmica. Desenvolver práticas  e pesquisa de esmaltação. Habilitar os envolvidos a compor e utilizar seus próprios esmaltes.

Estimular o desenvolvimento de peças cerâmicas esmaltadas. Reconhecimento dos principais tipos de cerâmica esmaltada.

Ementa:

Esmaltação; Pastas cerâmicas para usos específicos, pasta autofraguante, pasta com estruturantes, pastas coloridas, cerâmica de grés. Cerâmica artística.

 

OFICINA DE HISTÓRIA DA ARTE

Ministrante: Carolina Votto.

Data: 17/08/2017 a 09/11/2017

Horários: Quintas-feiras, das 14:00 às 17:00h

Carga Horária: 30 horas

Taxa de Inscrição: R$ 250,00

Número de alunos: 15 alunos por turma  – mínimo 10.

Requisitos: Somente candidatos com idade igual ou superior a 18 anos.

Obs.: Não há mensalidade. O pagamento da Taxa de Inscrição, no valor de R$ 250,00, deve ser efetuado na Rede Bancária através do Boleto Bancário, emitido no ato da inscrição, até a data do vencimento e a confirmação do pagamento da inscrição deve ser apresentada à Coordenação do Projeto Cursos e Oficinas Livres de Arte – DAC até o início das aulas, para efetivar a inscrição.

Procedimentos para matrícula:

Preencher a Ficha de Inscrição e entregar nas datas e horários definidos para matrícula na Coordenação do Projeto Cursos e Oficinas Livres de Arte do DAC, quando será emitido Boleto Bancário para o pagamento da taxa de inscrição. Após o pagamento, apresentar o comprovante na coordenação para efetivar a inscrição.

Sobre a ministrante:

Carolina Votto é Mestre em Teoria e História da Arte (2011), pelo Centro de Artes, no Programa de Pós-Graduação em Artes Visuais da Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC). Graduada em licenciatura no curso de Filosofia (2006), pela Universidade Federal de Pelotas (UFPEL) – RS. Possui experiência como docente e orientadora de pesquisa nas áreas de Estética, Filosofia da Arte e Educação. Também atua como professora de Filosofia e Articuladora da área de Ciências Humanas do Centro Educacional Marista Lucia Mayvorne, assim como, ministra cursos independentes sobre Arte e Filosofia Contemporânea.

Sobre a oficina:

Compreender a formação de um regime de verdades e um repertório imagético em relação ao alto modernismo e à arte moderna no Brasil e Santa Catarina, priorizando a atuação das vanguardas, junto com o cenário contemporâneo nacional/internacional. Formar um arsenal imagético dos principais movimentos artísticos abrangendo a primeira metade do século XX até primeira década do XXI.

Ementa: Arte Moderna e Contemporânea. Diferenças entre: moderno, pós-moderno e contemporâneo. O nascimento das vanguardas e a arte em tempos de entre-guerras. O panorama do Modernismo brasileiro: Semana de Arte Moderna. Cenário catarinense. Estética e arte contemporânea.

Conteúdo programático: Modernismo – alguns sentidos introdutórios. Ilha do desterro – o imaginário ótico no cenário catarinense. Olhares contemporâneos – das formas aos conceitos.

BLOCO I – Introdução: moderno, pós-moderno, contemporâneo.

BLOCO II – Vanguardas artísticas europeias: cubismo, futurismo, expressionismo, dadaísmo, surrealismo.

BLOCO III – Modernismo brasileiro: Semana de Arte Moderna e seus desdobramentos.

BLOCO IV – Artistas catarinenses: modernos e contemporâneos.

BLOCO V – Estética e arte contemporânea.

 

CURSO DE FOTOGRAFIA DIGITAL Básico I – Introdução à Técnica e à Linguagem Fotográfica

Ministrante: Rosana Cacciatore

Data: 15/08/2017 a 09/11/2017

Carga Horária: 30 horas

Taxa de Inscrição: R$ 300,00

Turma I – Terças-feiras, das 14:00 às 17:00 – 18 vagas –  mínimo 12

Turma II – Quintas-feiras, das 09:00 às 12:00 – 18 vagas –  mínimo 12

Requisitos: Somente candidatos com idade igual ou superior a 17 anos.

Câmera reflex digital, que permita o controle manual de diafragma, obturador e foco.

Obs.: Não há mensalidade. O pagamento da Taxa de Inscrição, no valor de R$ 300,00, deve ser efetuado na Rede Bancária através do Boleto Bancário, emitido no ato da inscrição, até a data do vencimento e a confirmação do pagamento da inscrição deve ser apresentada à Coordenação do Projeto Cursos e Oficinas Livres de Arte – DAC até o início das aulas, para efetivar a inscrição.

Procedimentos para matrícula:

Preencher a Ficha de Inscrição e entregar nas datas e horários definidos para matrícula na Coordenação do Projeto Cursos e Oficinas Livres de Arte do DAC, quando será emitido Boleto Bancário para o pagamento da taxa de inscrição. Após o pagamento, apresentar o comprovante na coordenação para efetivar a inscrição.

Sobre a ministrante:

Rosana Cacciatore é Mestre em Teoria Literária pela UFSC com pesquisa em cinema, é diretora e produtora cinematográfica. Rosana também é professora de Comunicação e atua como instrutora em oficinas de produção e imagem.

Cursou disciplinas na Université de Paris VIII na área de cinema e fotografia. Atua profissionalmente no âmbito da academia e do mercado de trabalho. Como professora ministrou disciplinas e orientou projetos nos cursos de cinema, publicidade e jornalismo na Universidade do Sul de Santa Catarina, por 10 anos. Entre as disciplinas ministradas estão argumento e roteiro, criação publicitária e teorias da imagem. Realiza atualmente oficinas de criação e produção de imagem para instituições culturais. Como profissional tem 25 anos de experiência, registrada no Ministério do Trabalho como diretora e produtora cinematográfica. Realizou trabalhos de roteiro e direção de audiovisuais para publicidade, programas televisivos e artísticos no Rio Grande do Sul e em Santa Catarina. Como fotógrafa realizou trabalhos para Folha de São Paulo e outros jornais e publicações. Foi coordenadora de comunicação institucional no Diário Catarinense e Assessora de Comunicação da Fundação Franklin Cascaes. Atua nas Oficinas de Arte do Departamento Artístico Cultural (DAC) da UFSC como instrutora de fotografia.

Sobre a Oficina:

A proposta é que o participante termine o curso “pensando fotograficamente”, ou seja, que entenda e solucione as questões mais importantes relacionadas à composição fotográfica: enquadramento, fotometria (medição de luz), foco, profundidade de campo e controle do movimento, além de aprender a utilizar os controles manuais e demais recursos da câmera fotográfica, passando a “comandá-la”, em vez de ficar refém dos automatismos e programas.

Ementa

O Olhar fotográfico. Estatuto da fotografia como linguagem visual: representação do real e construção do visível. Apontamentos históricos: a evolução da fotografia, da câmara obscura à fotografia digital. O olhar crítico e a educação visual: aprendendo a “ler e escrever” com imagens. Elementos fundamentais da fotografia e a formação da imagem. Dispositivos de percepção visual.

Controle de exposição e qualidade da imagem digital. O obturador como controle de tempo de exposição à luz e registro de movimento. O diafragma como controle da abertura e da profundidade de campo. Apresentação do princípio da reciprocidade: aprendendo a usar obturador e diafragma em conjunto. A sensibilidade do suporte e temperatura de cor (Balanço de Branco)

Prática com orientação do professor (controle de exposição); Análise das imagens.

Tamanho e qualidade da imagem. Objetivas.  Relação entre distância focal e tamanho da imagem, ângulo de visão e perspectiva. Objetivas de distância focal fixa e objetivas zoom. Diferentes performances em relação à profundidade de campo, luminosidade, qualidade ótica, foco mínimo e máximo, velocidade de segurança. Os diferentes tamanhos de sensores e a influência na distância focal.

Composição. Os planos e enquadramentos. Ângulos. A Regra dos terço, Proporção Áurea e Sequência de Fibonacci. Equilíbrio, movimento, ritmo, texturas, perspectivas, linhas, iluminação, cor.

Prática com orientação do professor (composição e criatividade);

Análise e tratamento das imagens da aula prática. Os gêneros fotográficos. O que é um ensaio fotográfico?

Produção de um ensaio fotográfico.

Apresentação dos trabalhos finais e finalização do curso.

Equipamento e material necessário

Câmera reflex digital, que permita o controle manual de diafragma, obturador e foco

 

OFICINA: O USO DO ARGUMENTO PARA A COMPOSIÇÃO DA NARRATIVA DOCUMENTAL.

Ministrante: Luiz Fernando de Oliveira.

Data: 14/08/2017 a 16/10/2017

Carga horária: 30 horas

Taxa de Inscrição: R$ 250,00

Horários: Segundas-feiras das 19:00 às 22:00 horas

Número de alunos: 18 alunos por turma – mínimo 10

Requisito: Somente candidatos com idade igual ou superior a 18 anos.

Obs.: Não há mensalidade. O pagamento da Taxa de Inscrição, no valor de R$ 250,00, deve ser efetuado na Rede Bancária através do Boleto Bancário, emitido no ato da inscrição, até a data do vencimento e a confirmação do pagamento da inscrição deve ser apresentada à Coordenação do Projeto Cursos e Oficinas Livres de Arte – DAC até o início das aulas, para efetivar a inscrição.

Procedimentos para matrícula:

Preencher a Ficha de Inscrição e entregar nas datas e horários definidos para matrícula na Coordenação do Projeto Cursos e Oficinas Livres de Arte do DAC, quando será emitido Boleto Bancário para o pagamento da taxa de inscrição. Após o pagamento, apresentar o comprovante na coordenação para efetivar a inscrição.

Sobre o ministrante:

Luiz Fernando de Oliveira é Mestrando do Programa de Pós-Graduação em Jornalismo da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), onde realiza pesquisa sobre webdocumentário. Integrante do Núcleo de Estudos e Produção Hipermídia Aplicados ao Jornalismo (Nephi-Jor). Possui graduação em Comunicação Social – Habilitação em Jornalismo pela Universidade de Caxias do Sul (UCS) e especialização em Televisão e Convergência Digital pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos (Unisinos)

Sobre a Oficina:

Ementa:

História do cinema documentário. Estruturas narrativas. Conceito é posicionamento. Dinâmicas de produção. Entrevista – o encontro como acontecimento. O outro como personagem. Montagem. Elaboração de argumento.

Conteúdo Programático:

  • O cinema documentário: história da constituição do gênero e características que compõem sua natureza. Pioneiros: Dziga Vertov, Robert Flaherty, Grierson;
  • O cinema verdade francês e o cinema direto norte-americano;
  • Tendências contemporâneas. O documentário performativo. A dimensão do “eu” no documentário contemporâneo;
  • A montagem no documentário;
  • O argumento/conceito como maneiras de estruturar a narrativa em documentários.
  • A redação do conceito;
  • O texto no audiovisual;
  • Preparação para a entrevista;
  • Pesquisa e produção.

 

 

OFICINA DE DOCUMENTÁRIO

Ministrante: Carlos Eduardo Mendes Paredes

Data: 23/08/2017 a 25/10/2017

Carga Horária: 40 horas

Taxa de Inscrição: R$ 350,00

Horário: Quartas-feiras das 14:00 às 17:00h

Número de alunos: 18 alunos por turma – mínimo 12

Requisito: Somente candidatos com idade igual ou superior a 18 anos.

Obs.: Não há mensalidade. O pagamento da Taxa de Inscrição, no valor de R$ 350,00, deve ser efetuado na Rede Bancária através do Boleto Bancário, emitido no ato da inscrição, até a data do vencimento e a confirmação do pagamento da inscrição deve ser apresentada à Coordenação do Projeto Cursos e Oficinas Livres de Arte – DAC até o início das aulas, para efetivar a inscrição.

Procedimentos para matrícula:

Preencher a Ficha de Inscrição e entregar nas datas e horários definidos para matrícula na Coordenação do Projeto Cursos e Oficinas Livres de Arte do DAC, quando será emitido Boleto Bancário para o pagamento da taxa de inscrição. Após o pagamento, apresentar o comprovante na coordenação para efetivar a inscrição.

Sobre o ministrante:

Eduardo Paredes tem destacada presença no cenário cultural da cidade e do Estado em que vive há 35 anos (Florianópolis, Santa Catarina). É um dos diretores de cinema mais premiados de SC, autor dos filmes “Desterro” e “Novembrada”, entre outros.

Ajudou a fundar a Associação Cultural Cinemateca Catarinense-ABD/SC em 1987, mesmo ano em que trocou o Jornalismo pelo Cinema.

Formado bacharel em Direito pela UFSC, teve importante participação na fundação do FUNCINE (Fundo Municipal de Cinema), na redação do anteprojeto de Lei do SEITEC (Sistema Estadual de Incentivo à Cultura), do Edital Prêmio Cinemateca Catarinense e no Edital de Incentivo à Cultura Prêmio Elisabete Anderle, do Governo do Estado de Santa Catarina.

Em 1993 foi o primeiro titular da Gerência de Cinema e Vídeo da Fundação Catarinense de Cultura, cargo que voltaria a ocupar em 1999, acumulando-o com a função de primeiro diretor do Museu da Imagem e do Som de Santa Catarina.

Nessas três décadas em que vem atuando na área cultural, sempre manteve estreito vínculo com todas as demais áreas da Cultura: literatura, artes plásticas, teatro, música, dança, folclore, artesanato, organização de museus e eventos.

Foi professor universitário durante seis anos (UNISUL, 2001-2006) e desempenhou a função de coordenador da Empresa Brasileira de Comunicação (EBC-TV Brasil) em Santa Catarina (2011-2013).

Em 1975 passou no vestibular de Comunicação Social/Jornalismo na antiga Universidade Católica do Paraná (atual PUC), no curso de Letras da UFPR e no curso de Direito da Faculdade de Direito de Curitiba. Desistiu do curso de Letras e fez dois anos do curso de Comunicação Social, abandonando-o por ter conseguido antes o registro profissional como Jornalista no jornal Diário do Paraná.

O curso de Direito foi feito em várias etapas, sendo concluído em 1992. na UFSC. Reconhecido como detentor de notável saber e conhecimento emérito na área do Cinema, lecionou na Faculdade de Cinema e Vídeo da UNISUL, entre 2001 e 2006, tendo sido titular das disciplinas de História do Cinema, Cinema Brasileiro, Direção Cinematográfica I, II e III, além de orientador de TCC.

Sobre a Oficina:

A Oficina visa ao ensino e à reflexão sobre o filme documental ao longo da história até a produção contemporânea na era digital e de multiplataformas, complementando com uma abordagem teórica e prática sobre os processos de realização de um documentário.

Ementa:

Introdução à história do cinema documental, análise formal e transformações de linguagens, dos irmãos Lumière ao webdocumentário. O estatuto e a análise do documentário: elementos de expressão, modelos de representação e suas emergências na história. O documentário brasileiro moderno.

Aprendizado teórico-prático de introdução ao desenvolvimento de projeto, pesquisa e escrita para realização de documentários. Técnicas de abordagem da realidade; captação de som e imagem. Estratégias discursivas e materiais utilizados. Projeto para a realização de documentário de autoria coletiva da turma, no campus da UFSC. 

Conteúdo programático:

Unidade I: O estatuto do documentário e elementos da sua história. Filmes e diretores antológicos.

Unidade II: Os modelos de representação e a análise do material. A ampliação do olhar, investigações sonoras.

Unidade III: O documentário brasileiro e latino-americano moderno e contemporâneo. A força do mercado audiovisual no Brasil. FSA, editais regionais e oportunidades de realização.

Unidade IV: Projeto coletivo de documentário: escolha do tema, concepção de linguagem e pesquisa. Escrita coletiva.

Unidade V: Realização do projeto coletivo. Captação de som e imagem.

Unidade VI: Montagem/edição; análise final.

 

OFICINA DE FUSÃO DE VIDROS (técnica fusing)

Ministrante: Rosangela Giuntini

Data: 17/08/2017 a 09/11/2017

Carga Horária: 30 horas

Taxa de Inscrição: R$ 250,00

Horário: Quintas-feiras das 09:00 às 12:00 horas

Número de alunos: máximo 10, mínimo 06.

Requisito: Somente candidatos com idade igual ou superior a 18 anos.

Obs.: Não há mensalidade. O pagamento da Taxa de Inscrição, no valor de R$ 250,00, deve ser efetuado na Rede Bancária através do Boleto Bancário, emitido no ato da inscrição, até a data do vencimento e a confirmação do pagamento da inscrição deve ser apresentada à Coordenação do Projeto Cursos e Oficinas Livres de Arte – DAC até o início das aulas, para efetivar a inscrição.

Procedimentos para matrícula:

Preencher a Ficha de Inscrição e entregar nas datas e horários definidos para matrícula na Coordenação do Projeto Cursos e Oficinas Livres de Arte do DAC, quando será emitido Boleto Bancário para o pagamento da taxa de inscrição. Após o pagamento, apresentar o comprovante na coordenação para efetivar a inscrição.

Sobre a Ministrante:

Rosangela Giuntini é graduada em Tecnologia de Gestão de Cooperativas pela Unisul – Pedra Branca, SC. Formada em Artes – Desenho artístico, pela Escola Panamericana de Arte São Paulo, SP.  Formada em História da Arte (Arte Grega ao Futurismo), pelo Istituto d’arte di Firenze “Lorenzo de’ Medici” (Florença, Itália).  Cursou Fusão de Vidros (Glass Fusing), pela Westminster Adult Education, Londres (GBR); Participou e atuou em Workshops de Fusão de Vidros com Artistas Vidreiros, (Frank Van Der Ham/Gayle Matthias/Keiko Mukaide), Inglaterra (GBR). Cursou Modelagem em Argila, na Beaufort House School – Londres (GBR); Moldes e casting/torno/decoração de superfície/rakú, pela Brunel The University of West London, Uxbridge (GBR); Vitral (Tiffany), Lead&Light, Londres (GBR) e Alumínio Anodizado para joalheria em vidro, pela Central Saint Martin College of Arts & Design, Londres (GBR). Ministrou Workshop de Fusão de Vidros no Escritório de Pesquisa e Divulgação de Arte EPDA, São Paulo-SP, Ministra workshops para grupos de estudos escolares com foco na reciclagem do vidro para crianças/adolescentes. Gestora e instrutora do Projeto Social Vidro com Vida, de reaproveitamento do vidro descartado, em comunidades de baixa renda, como geração de trabalho e renda. Desde 1995, em atelier próprio, em Florianópolis-SC, cria, desenvolve e comercializa produtos de arte, decoração, brindes corporativos entre outros. Pesquisadora e autodidata na área de reciclagem e reaproveitamento de vidros com ênfase na produção de bijuterias e azulejos/blocos para a construção civil.

Sobre a Oficina:

A técnica da fusão de vidros consiste basicamente na junção de dois ou mais pedaços de vidro de formas iguais ou variadas, que, quando aquecidos a 840°C aproximadamente, em forno cerâmico, tomam a forma do molde usado no processo – que podem variar entre objetos funcionais/ escultóricos, bijuterias, brindes, entre outros.

Ementa:       

Desenvolvimento das etapas da técnica de fusão.

Apresentar aos alunos outras possibilidades e técnicas de moldagem do vidro, sua composição, a trajetória do vidro na história da arte e da indústria, relevando todos os avanços artísticos, tecnológicos e científicos bem sucedidos, da utilização do vidro, durante milênios, como também o descarte e reciclagem.

 

WORKSHOP DE FOTOGRAFIA DIGITAL – O OLHAR FOTOGRÁFICO (para câmeras compactas e smartphones)

Ministrante: Rosana Cacciatore

Data: 15/08/2017 a 05/09/2017

Carga Horária: 12 horas

Taxa de Inscrição: R$ 250,00

Terças-feiras, das 09:00 às 12:00 horas – 15 vagas –  mínimo 06

Requisitos: Somente candidatos com idade igual ou superior a 15 anos.

Obs.: Não há mensalidade. O pagamento da Taxa de Inscrição, no valor de R$ 250,00, deve ser efetuado na Rede Bancária através do Boleto Bancário, emitido no ato da inscrição, até a data do vencimento e a confirmação do pagamento da inscrição deve ser apresentada à Coordenação do Projeto Cursos e Oficinas Livres de Arte – DAC até o início das aulas, para efetivar a inscrição.

Câmera fotográfica digital ou smartphone.

Procedimentos para matrícula:

Preencher a Ficha de Inscrição e entregar nas datas e horários definidos para matrícula na Coordenação do Projeto Cursos e Oficinas Livres de Arte do DAC, quando será emitido Boleto Bancário para o pagamento da taxa de inscrição. Após o pagamento, apresentar o comprovante na coordenação para efetivar a inscrição.

Sobre a ministrante:

Rosana Cacciatore é Mestre em Teoria Literária pela UFSC com pesquisa em cinema, diretora e produtora cinematográfica. Rosana também é professora de Comunicação e atua como instrutora em oficinas de produção e imagem.

Cursou disciplinas na Université de Paris VIII na área de cinema e fotografia. Atua profissionalmente no âmbito da academia e do mercado de trabalho. Como professora ministrou disciplinas e orientou projetos nos cursos de cinema, publicidade e jornalismo na Universidade do Sul de Santa Catarina, por 10 anos. Entre as disciplinas ministradas estão argumento e roteiro, criação publicitária e teorias da imagem. Realiza atualmente oficinas de criação e produção de imagem para instituições culturais. Como profissional tem 25 anos de experiência, registrada no Ministério do Trabalho como diretora e produtora cinematográfica. Realizou trabalhos de roteiro e direção de audiovisuais para publicidade, programas televisivos e artísticos no Rio Grande do Sul e em Santa Catarina. Como fotógrafa realizou trabalhos para Folha de São Paulo e outros jornais e publicações. Foi coordenadora de comunicação institucional no Diário Catarinense e Assessora de Comunicação da Fundação Franklin Cascaes. Atua nas Oficinas de Arte do Departamento Artístico Cultural (DAC) da UFSC como instrutora de fotografia.

Sobre a O WORKSHOP:

O Workshop tem por objetivo fornecer aos participantes o conhecimento necessário para a construção de um “Olhar Fotográfico”. Aborda de forma didática os conceitos visuais utilizados na Composição de imagens. Além de um conhecimento técnico inicial para melhor aproveitar o equipamento fotográfico.

Conteúdo Programático:

Elementos da Linguagem Visual: planos, ângulos, movimento, ritmo, cor, linhas, volumes, iluminação, perspectiva.  Princípios e fundamentos da composição e enquadramento nos formatos retratos, paisagem, still life, street photograph. Aulas teóricas e práticas monitoradas no seu processo de construção das imagens. Dicas técnicas: ISO, fotometria, balanço de branco, modos de disparo. Aula de avaliação/análise das imagens produzidas pelos participantes.

 

OFICINA DE INTRODUÇÃO À PINTURA EM AQUARELA

Ministrante: Gabriela Kuhnen

Data: 18/08/2017 a 03/11/2017

Horários: Sextas-feiras, das 09:00 às 12:00h

Carga Horária: 30 horas

Taxa de Inscrição: R$ 250,00

Número de alunos: 10 alunos por turma  – mínimo 8.

Requisitos: Somente candidatos com idade igual ou superior a 18 anos.

Obs.: Não há mensalidade. O pagamento da Taxa de Inscrição, no valor de R$ 250,00, deve ser efetuado na Rede Bancária através do Boleto Bancário, emitido no ato da inscrição, até a data do vencimento e a confirmação do pagamento da inscrição deve ser apresentada à Coordenação do Projeto Cursos e Oficinas Livres de Arte – DAC até o início das aulas, para efetivar a inscrição.

Procedimentos para matrícula:

Preencher a Ficha de Inscrição e entregar nas datas e horários definidos para matrícula na Coordenação do Projeto Cursos e Oficinas Livres de Arte do DAC, quando será emitido Boleto Bancário para o pagamento da taxa de inscrição. Após o pagamento, apresentar o comprovante na coordenação para efetivar a inscrição.

Sobre o ministrante:

Gabriela Kuhnen é mestranda no PPG de Design, especialista em Moda: Produção e Criação, e graduada em Moda, todos pela Universidade do Estado de Santa Catarina. Atuou como docente no curso superior de Moda, da UDESC, de 2013 a 2017. Ministrou disciplinas de desenho de moda, técnicas de Ilustração de moda, desenho de acessórios, desenho técnico, laboratório de criatividade, ergonomia, book digital, entre outras. Atuou como estilista em diversas empresas de 2002 a 2012, como Boby Blues, Someday e Grupo Morena Rosa. É proprietária da marca Baby Me Quer, do segmento infantil, onde atua como criadora e ilustradora. Pesquisadora da área de design e comunicação, com ênfase processos criativos, ilustração e desenho de moda.

Sobre a Oficina:

Ementa:

Apresentar o universo da pintura em aquarela; Apresentar e introduzir os participantes no universo da pintura em aquarela.

Conteúdo Programático:

Conceito de pintura – técnica de pintura em aquarela/aplicação.

Materiais, acessórios e suportes.

O desenho para aquarela.

Conceito de teoria da cor e sua importância na composição.

O cenário atual da pintura em aquarela.

Criação e desenvolvimento do trabalho final a ser exposto.

 

OFICINA DE DESENHO LIVRE.

Ministrante: Gabriela Kuhnen

Data: 16/08/2017 a 18/10/2017

Horários: Quartas-feiras, das 09:00 às 12:00h

Taxa de Inscrição: R$ 250,00

Carga Horária: 30 horas

Requisitos: Somente candidatos com idade igual ou superior a 16 anos.

Obs.: Não há mensalidade. O pagamento da Taxa de Inscrição, no valor de R$ 250,00, deve ser efetuado na Rede Bancária através do Boleto Bancário, emitido no ato da inscrição, até a data do vencimento e a confirmação do pagamento da inscrição deve ser apresentada à Coordenação do Projeto Cursos e Oficinas Livres de Arte – DAC até o início das aulas, para efetivar a inscrição.

Procedimentos para matrícula:

Preencher a Ficha de Inscrição e entregar nas datas e horários definidos para matrícula na Coordenação do Projeto Cursos e Oficinas Livres de Arte do DAC, quando será emitido Boleto Bancário para o pagamento da taxa de inscrição. Após o pagamento, apresentar o comprovante na coordenação para efetivar a inscrição.

Sobre a ministrante:

Gabriela Kuhnen é mestranda no PPG de Design, especialista em Moda: Produção e Criação, e graduada em Moda, todos pela Universidade do Estado de Santa Catarina. Atuou como docente no curso superior de Moda, da UDESC de 2013 a 2017. Ministrou disciplinas de desenho de moda, técnicas de Ilustração de moda, desenho de acessórios, desenho técnico, laboratório de criatividade, ergonomia, book digital, entre outras. Atuou como estilista em diversas empresas de 2002 a 2012, como Boby Blues, Someday e Grupo Morena Rosa. É proprietária da marca Baby Me Quer, do segmento infantil, onde atua como criadora e ilustradora. Pesquisadora da área de design e comunicação, com ênfase processos criativos, ilustração e desenho de moda.

Sobre a Oficina:

Ementa:

Apresentar e introduzir os participantes no universo do desenho livre. Introduzir o desenho em grafite; apresentar a técnica e os materiais; criar ilustrações por meio do desenho a lápis e aplicação de cor com lápis de cor.

Conteúdo Programático:

– Conceito de desenho – técnica de desenho em grafite e pintura com lápis de cor.

– Materiais, acessórios e suportes.

– O cenário atual do desenho artístico.

– Criação e desenvolvimento do trabalho final a ser exposto.

 

 

WORKSHOP DE ENCADERNAÇÃO, dia 09/08/2017 das 10:00 às 17:00 horas

Ministrante: Joana Amarante

Data: 16/08/2017 a 27/09/2017

Carga horária: 21 horas

Taxa de Inscrição: R$ 250,00

Horário: Quartas-feiras das 19:00 às 22:00 horas

Número de alunos: Máximo 10, mínimo 08.

Requisito: Somente candidatos com idade igual ou superior a 18 anos.

Obs.: Não há mensalidade. O pagamento da Taxa de Inscrição, no valor de R$ 250,00, deve ser efetuado na Rede Bancária através do Boleto Bancário, emitido no ato da inscrição, até a data do vencimento e a confirmação do pagamento da inscrição deve ser apresentada à Coordenação do Projeto Cursos e Oficinas Livres de Arte – DAC até o início das aulas, para efetivar a inscrição.

MATERIAL INDIVIDUAL:

– um corte de tecido de algodão (30 cm)

– folhas A4 de Color Plus 180gm² (mínimo 10 folhas)

– 1 resma de Sulfite (papel branco comum, resma com 100 folhas mínimo)

– fotografia, gravura, cartaz ou qualquer outro material com gramatura igual ou superior a 100g que possa ser cortado para a costura Palm Leaf Stitch

– um corte de couro/courino/recouro (opcional) de 30 cm

– estilete

– régua de metal de 30 cm

– lápis

– tesoura

Procedimentos para matrícula:

Preencher a Ficha de Inscrição e entregar nas datas e horários definidos para matrícula na Coordenação do Projeto Cursos e Oficinas Livres de Arte do DAC, quando será emitido Boleto Bancário para o pagamento da taxa de inscrição. Após o pagamento, apresentar o comprovante na coordenação para efetivar a inscrição.

Sobre a ministrante:

Joana Amarante é Artista Visual e professora de encadernação. Mestre em Teoria e História das Artes  Visuais pelo  Programa de  Pós-Graduação  em  Artes  Visuais  na  Universidade  do  Estado  de  Santa Catarina  (PPGAV/UDESC),  2013.  Graduada em Licenciatura em  Artes Plásticas  pela  mesma  instituição,  2010.  Participou de diversas exposições coletivas envolvendo livros de  artistas,  como:  “DOBRAmentos:  livros  em trânsito”  (itinerante,  2010-2011);  “Armazém”,  Museu  de  Arte  de  Blumenau – Fundação  Cultural  de  Blumenau  (2012)  e  no  Museu  Victor  Meirelles  (2011); “Ideário  para  Livros”  (2008),  Galeria  de  Artes  da  UFSC,  Florianópolis,  entre outras.  Atua no ensino de encadernação manual desde 2011, dando cursos no espaço Gm2 Papéis Especial (Florianópolis/SC)  e em seu ateliê em São José. Além disso, deu aulas em eventos na Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC), no Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC) e no Museu de Arte de Blumenau, além de outras parcerias onde proporcionou aulas gratuitas com o intuito de difusão do conhecimento de encadernação manual em Florianópolis.  Com a marca Schildkröten Diários de Bordo participou de diversas feiras em Florianópolis, Itajaí e Joinville, como o Bazar Itinerante (Itajaí) e o (In)Consciente Coletivo (Joinville), além das feiras como Relicário e Acervo, ambos em Florianópolis.

Sobre O Workshop:

Workshop prático voltado ao ensino de técnicas de encadernação que pretende fornecer conhecimento aplicado para a confecção artesanal de livros. Serão abordados os seguintes assuntos ao longo da oficina: materiais utilizados para revestimento; materiais para furação e costura; compreensão das partes que compõem um livro. Entender a construção desses objetos se faz necessário como forma de pensar em suas diversas aplicações em projetos tanto técnicos quanto artísticos.

Neste workshop, pretende-se desmistificar a encadernação clássica trazendo-a para próximo do público em geral, com ou sem conhecimento prévio de técnicas de costura de papéis. Com apenas folhas, tesoura, cola, agulha e linha, é possível construir um caderno/diário de bordo/livro das mais variadas formas e dimensões. Dobrar, recortar e rasgar papéis de forma dinâmica e criativa será a proposta onde o uso de materiais alternativos é mais do que bem vindo.

O objetivo desse workshop é fornecer instrumentos e conhecimento básico e prático sobre a construção de um livro/caderno.

 

OFICINA DE DANÇAS CIRCULARES, dia 08/08/2017 das 10:00 às 17:00 horas

Focalizadoras: Cida Garcia e Terezinha Bianchini Derner.

Data: 15/08/2017 a 14/11/2017

Carga Horária: 21 Horas

Taxa de Inscrição: R$ 250,00

Horários: Terças-feiras das 10:00 às 11:30h  – 15 vagas – mínimo 10

Somente candidatos com idade igual ou superior a 18 anos.

Obs.: Não há mensalidade. O pagamento da Taxa de Inscrição, no valor de R$ 250,00, deve ser efetuado na Rede Bancária através do Boleto Bancário, emitido no ato da inscrição, até a data do vencimento e a confirmação do pagamento da inscrição deve ser apresentada à Coordenação do Projeto Cursos e Oficinas Livres de Arte – DAC até o início das aulas, para efetivar a inscrição.

Procedimentos para matrícula:

Preencher a Ficha de Inscrição e entregar nas datas e horários definidos para matrícula na Coordenação do Projeto Cursos e Oficinas Livres de Arte do DAC, quando será emitido Boleto Bancário para o pagamento da taxa de inscrição. Após o pagamento, apresentar o comprovante na coordenação para efetivar a inscrição.

Sobre a Oficina:

Esta Oficina é aberta à comunidade (jovens e adultos) com o fim de proporcionar uma atividade coletiva, dinâmica com conhecimentos sobre a modalidade Danças Circulares de diferentes tradições culturais. Realizada em círculo, de mãos dadas, abrangendo os aspectos físicos emocionais, mentais e transcendentais.

Ementa:

A Dança como a primeira manifestação artística da humanidade. História, princípios, simbologia das Danças Circulares. A simbologia do círculo, o centro, as direções, os passos.  Na Geometria Sagrada, o círculo como símbolo universal da unidade e totalidade. Danças Circulares: a música, o canto e as coreografias de diferentes tradições culturais. Danças de Roda: uma dinâmica de atividades em grupo que favorece as relações interpessoais

Conteúdo programático:

A Arte como expressão maior do ser humano, e a dança como manifestação cultural e espiritual.

Danças Circulares, história, princípios e fundamentos.

As Danças Circulares de diferentes povos e tradições com ênfase na simbologia pertinente àquela cultura.

Dimensões simbólicas: o círculo, o centro, as direções, a gestualidade.

Coreografias de diversas origens e sua simbologia.

Exercícios físicos, mentais, emocionais e espirituais proporcionados pelas danças.

Dinâmicas de trabalhos em grupo.

A quem se destina:

A todas as pessoas que buscam o autoconhecimento, a saúde física, mental, emocional e espiritual, o lazer ativo, o aprimoramento artístico-cultural, a convivência pacifica e amorosa e a celebração da vida.

Focalização:

As Danças Circulares necessitam de focalizadores (orientadores) com formação específica para tal, que orientam sobre a especificidade de cada dança, sua origem, a coreografia correspondente, o simbolismo de cada passo, cada gesto, estando sempre atentos às peculiaridades e necessidades individuais e do grupo.

Focalizadoras:

Cida Garcia: Jornalista (Comunicação Social – UFSC); Pós-graduada em Transdisciplinaridade pela Universidade Internacional da Paz – UNIPAZ SC;

Formação no Curso de Facilitadores de Danças Curativas dos Florais de Bach com a psicóloga Maria Amélia Queiroz (MG); Formação de Focalizadores em Danças Circulares Sagradas com Renata Ramos (SP); Formação em Danças Circulares no Instituto Giraflor (PR); Focalizadora de Danças Circulares em Jurerê; Pratica Danças Circulares Sagradas semanalmente no Centro de Educação da UFSC; Participa dos Encontros Brasileiros de Danças Circulares Sagradas em Embu das Artes (SP); Festival Rodas do Sul em Imbé (RS); Membro do Grupo Organizador do Festival Rodas do Sul 2012 em Florianópolis (SC); Membro da Associação Catarinense de Focalizadores das Danças Circulares do Povos; Participou do Festival Internacional de Danças Sagradas em Findhorn (Escócia) em 2010 e 2012; e do Retiro de Danzas do México em fevereiro de 2012.

Terezinha Bianchini Derner: Pedagoga e Mestre em Administração Universitária; Professora da Universidade Federal de Santa Catarina (aposentada); Curso Itinerante Psicologia Transpessoal na Índia, Peru, Egito, Grécia, Israel, Jordânia; Membro Fundador do Campus Unipaz SC; Membro do Colégio Internacional dos Terapeutas – CIT; Membro do Conselho Gestor UNIPAZ SC; Membro da Associação Catarinense de Focalizadores de Danças Circulares dos Povos; Focalizadora das Rodas na Unipaz; Focalizadora de Danças Circulares em Jurerê; Pratica Danças Circulares Sagradas semanalmente no Centro de Educação da UFSC; Formação em Danças Circulares e os Florais de Bach com Maria Amélia C. Queiroz; Formação em Danças Circulares Sagradas com Renata Ramos; Formação em Danças Circulares Sagradas no Instituto Giraflor – Curitiba; Focalizadora das Danças Circulares Sagradas desde 2009; Participou do Retiro de Danzas do México em fevereiro de 2012; Autora dos Livros – “Viver: Arte ou Ciência” e “Caminhos Evolutivos: heróico, búdico e crístico”.

 

OPT – OFICINA PERMANENTE DE TEATRO

A Oficina Permanente de Teatro – OPT, vinculada ao Departamento Artístico Cultural da UFSC, vem sendo realizada há mais de três décadas e tem por objetivo uma vivência na área das Artes Cênicas compreendendo o estudo teórico e a vivência teatral. Possui uma grade disciplinar básica em que se desenvolve a metodologia “de como ser para representar outro ser”. A cada turma, dependendo da vocação do grupo aí formado, ela realiza o processo de montagem seguindo a tendência natural do grupo e vivências. Depois desta etapa, os alunos, que de fato sintonizam sua vocação, podem integrar o elenco do Grupo Pesquisa Teatro Novo da UFSC. A oficina e o grupo são coordenados por Carmen Fossari.

Neste semestre, a OPT oferece uma Oficina com as disciplinas: OFICINA – USO DO OBJETO EM CENA e OFICINA DE IMPROVISAÇÃO com ênfase no jogo do palhaço, nas terças e quintas-feiras.

A Oficina Permanente de Teatro realiza suas atividades na formação do ator/cidadão e possibilita o registro do ator/atriz.

Duração da Oficina: de 29/08/2017 a 07/12/2017

Carga Horária: 60 horas

Taxa de Inscrição: R$ 400,00

Horários: Terças e quintas–feiras das 19:30 às 22:00horas

Vagas: 35 – mínimo 20

Requisitos: Somente candidatos com idade igual ou superior a 18 anos.

Obs.: Não há mensalidade. O pagamento da Taxa de Inscrição, no valor de R$ 400,00, deve ser efetuado na Rede Bancária através do Boleto Bancário, emitido no ato da inscrição, até a data do vencimento e a confirmação do pagamento da inscrição deve ser apresentada à Coordenação do Projeto Cursos e Oficinas Livres de Arte – DAC até o início das aulas, para efetivar a inscrição.

Procedimentos para matrícula:

Preencher a Ficha de Inscrição e entregar nas datas e horários definidos para matrícula na Coordenação do Projeto Cursos e Oficinas Livres de Arte do DAC, quando será emitido Boleto Bancário para o pagamento da taxa de inscrição. Após o pagamento, apresentar o comprovante na coordenação para efetivar a inscrição.

Sobre as Oficinas:

OFICINA – USO DO OBJETO EM CENA

Ministrante: Mhirley Mansur Gonzaga Miliauskis

Ementa:

A Oficina de Uso do Objeto em Cena tem como objetivo propiciar uma familiaridade no trato de adereços utilizados por atores e atrizes em exercícios de improvisação e de composição dramatúrgica. A oficina é estruturada em doze encontros de duas horas e meia cada, com três estágios da utilização de objetos em cena. Em um primeiro momento, os participantes da oficina serão convidados a trazer de suas casas, objetos de uso cotidiano, como talheres, escova de cabelo, lápis, caneta, papel, etc., para compor improvisações. O objetivo desta fase é o de instaurar uma naturalidade no manuseio do objeto em cena, realizando as ações substanciais com a intenção de proporcionar um quê de verossimilhança na ação dramática. Em um segundo momento, a finalidade será transgredir a função primordial dos objetos, criando um cenário de contingências, a partir dos exercícios propostos. Em um terceiro momento, os participantes serão estimulados a improvisar a partir de objetos específicos, como tecido, cabos de madeira, corda e objetos imateriais como luz e som.

 

OFICINA DE IMPROVISAÇÃO com ênfase no jogo do palhaço.

Ministrante: Everton Lampe de Araujo

A oficina de improvisação teatral com ênfase no jogo do palhaço é um convite para um mergulho no trabalho de consciência corporal, espontaneidade e comicidade que buscam preparar os participantes para o “estado de jogo”, a partir de princípios técnicos da palhaçaria como triangulação, escuta e ponto de atenção a fim de produzir, durante as aulas, uma série de situações cênicas e de auto-conhecimento, possibilitando que cada participante produza materiais singulares para seguirem os diversos caminhos possíveis na busca e treinamento do palhaço. Não é necessário ter experiência prévia para entrar no universo do palhaço e sim o desejo de jogar.

Sobre os ministrantes:

Mhirley Mansur Gonzaga Miliauskis é mestranda pelo Programa de Pós-Graduação em Teatro – PPGT, formada em Artes Cênicas pela Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC), em 2005; Curso Avançado de Mimo Corporal pelaInternationalSchoolofCorporeal Mime de Londres, 2007. Participou de vários curtas e atuou em peças de teatro, além de organizar mostra de filmes e outros eventos culturais. Dá aulas de teatro e da técnica do mimo corporal para atores e para o público interessado, desde 2009, na Lituânia, Inglaterra e no Brasil.

Everton Lampe de Araújo possui Mestrado em Teatro pelo PPGT- UDESC (2015 -2017) e Graduação em  Artes Cênicas e Dança pela Universidade Federal de Ouro Preto – UFOP e Université Lille III – França. No México aprendeu sobre palhaçaria com Jef Johnson e possui experiências com diversos coletivos e eventos  realizados, em Minas Gerais, com ênfase no trabalho de bufonaria. Aborda a liminaridade entre improvisação e performance a partir de práticas de intervenção urbana.

Sobre a Coordenadora:

Carmen Fossari é doutoranda no Programa de Pós Graduação em Engenharia e Gestão do Conhecimento da UFSC; Mestre em Literatura Brasileira, pela UFSC, com opção em Teatro. Diretora de Espetáculos do Departamento Artístico Cultural (DAC) da UFSC. Coordenadora e ministrante da Oficina Permanente de Teatro (OPT) da UFSC.

Diretora e fundadora do Grupo Pesquisa Teatro Novo/UFSC. Nessa categoria, recebeu inúmeros prêmios estaduais e nacionais, bem como representou o Brasil com espetáculos que dirigiu, escreveu e atuou, nos seguintes países: Porto Rico, México, Paraguai, Argentina, Chile, Colômbia e Portugal. Esteve com espetáculos no Chile por sete vezes, onde mantém convênio através do GPTN/UFSC com a “Cia. La Carreta” que coordena, naquele país, o ENTEPOLA – Encontro de Teatro Popular Latino Americano.

 

OFICINA DE EXPRESSÃO CORPORAL

Ministrante: Mhirley Mansur Gonzaga Miliauskis

Data: 30/08/2017 a 01/11/2017

Carga Horária: 30 horas

Taxa de Matrícula: R$ 250,00

Horários: Quartas–feiras das 09:00 ás 12:00horas.

Requisito: Somente candidatos com idade igual ou superior a 18 anos.

Obs.: Não há mensalidade. O pagamento da Taxa de Inscrição, no valor de R$ 250,00, deve ser efetuado na Rede Bancária através do Boleto Bancário, emitido no ato da inscrição, até a data do vencimento e a confirmação do pagamento da inscrição deve ser apresentada à Coordenação do Projeto Cursos e Oficinas Livres de Arte – DAC até o início das aulas, para efetivar a inscrição.

Procedimentos para matrícula:

Preencher a Ficha de Inscrição e entregar nas datas e horários definidos para matrícula na Coordenação do Projeto Cursos e Oficinas Livres de Arte do DAC, quando será emitido Boleto Bancário para o pagamento da taxa de inscrição. Após o pagamento, apresentar o comprovante na coordenação para efetivar a inscrição.

Sobre a oficina:

A oficina de expressão corporal tem como objetivo trabalhar as potencialidades expressivas do corpo a partir de exercícios fundamentados na técnica desenvolvida especialmente para atores, o mimo corporal. Essa é uma técnica que estrutura uma diretriz para a análise do movimento por meio da geometria do corpo, sensibilizando aqueles que o praticam para suas potencialidades motoras e emotivas. Também será trabalhado o espaço cênico e a dramaturgia por meio dos jogos de improvisação teatral desenvolvidos por Viola Spolin e Augusto Boal. A meta final é a composição de um esquete teatral de até trinta minutos.

Sobre a ministrante:

Mhirley Mansur Gonzaga Miliauskis é mestranda pelo Programa de Pós-Graduação em Teatro – PPGT, formada em Artes Cênicas pela Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC), em 2005; Curso Avançado de Mimo Corporal pela International School of Corporeal Mime de Londres, 2007. Participou de vários curtas e atuou em peças de teatro, além de organizar mostra de filmes e outros eventos culturais. Dá aulas de teatro e da técnica do mimo corporal para atores e para o público interessado, desde 2009, na Lituânia, Inglaterra e no Brasil.

 

OFICINA DE TEATRO PARA ADOLESCENTES (OTA)

Para jovens da comunidade, na faixa etária de 13 a 20 anos. Na Oficina de Teatro para Adolescentes, as aulas são focadas principalmente em jogos teatrais e jogos de integração grupal para desinibir os alunos e, assim, trabalhar em conjunto a consciência corporal e espacial cênica. Para que o trabalho tenha um bom resultado, é preciso que os alunos se sintam à vontade para se expressarem e, assim, as experimentações poderem ser exploradas a partir da realidade e especificidades de cada participante.

Os interessados deverão comparecer no Teatro da UFSC, Praça Santos Dumont, Trindade, no dia 08/08/2016, terça-feira, às 14 horas, para realizar as inscrições.

Duração da Oficina: de 15/08/2017 a 09/11/2017

Horário: terças e quintas-feiras das 14:00 às 17:00horas

Número de alunos: 20 vagas – mínimo 12.

Carga Horária: 50 horas

Taxa de matrícula: R$ 250,00

Requisitos: Somente candidatos na faixa etária de 13 a 20 anos.

Obs.: Não há mensalidade. O pagamento da Taxa de Inscrição, no valor de R$ 250,00, deve ser efetuado na Rede Bancária através do Boleto Bancário, emitido no ato da inscrição, até a data do vencimento e a confirmação do pagamento da inscrição deve ser apresentada à Coordenação do Projeto Cursos e Oficinas Livres de Arte – DAC até o início das aulas, para efetivar a inscrição.

Procedimentos para matrícula:

Preencher a Ficha de Inscrição e entregar nas datas e horários definidos para matrícula na Coordenação do Projeto Cursos e Oficinas Livres de Arte do DAC, quando será emitido Boleto Bancário para o pagamento da taxa de inscrição. Após o pagamento, apresentar o comprovante na coordenação para efetivar a inscrição.

Sobre as ministrantes:

Andréa Padilha é formada em Licenciatura em Artes Cênicas pela Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC), atriz, produtora e arte-educadora. Realizou aprofundamentos com diversos Diretores em Cursos, Oficinas e Treinamento com Ângela de Castro (Inglaterra), Ricardo Pucetti (Brasil), Roberto Mallet (Brasil) e John Mowat (Inglaterra). Iniciou sua carreira artística no Grupo de Teatro Atormenta, em 1992. Apresentou espetáculos em diversos países da América e Europa. Tendo atuado como arte-educadora e coordenadora em diversos projetos sociais como o Projeto Carequinha e o GRIOT.

Lidiane Mesquita é estudante da última fase do Curso de Bacharelado em Artes Cênicas pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e Graduada em Secretariado Executivo/ADM pelo Instituto Blumenauense de Ensino Superior (IBES). Atualmente faz parte de um grupo teatral formado na UFSC em parceria entre o Departamento de Língua e Literatura Estrangeiras e o curso de Artes Cênicas. Atua desde 2015 no FITA – Festival Internacional de Teatro de Animação como Secretária Geral. Trabalhou como bolsista de dois núcleos da USFC: NELOOL – Núcleo de Estudos de Literatura, Oralidade e Outras Linguagens, e NEEDRAM – Núcleo de Estudos em Encenação, Escrita Dramática. Atuou em peças teatrais e filmes de curta metragem, dentro e fora do âmbito acadêmico. Possui formação em teatro, dança e escrita, em escolas do PR e SC.

Sobre a Coordenadora Didática:

Zélia Sabino possui graduação em Letras pela Universidade Federal de Santa Catarina (1980), e Especialização no Curso de Pós-Graduação lato sensu em História da Arte pela Universidade do Sul de Santa Catarina (2011). Atualmente é Cenógrafa do Departamento Artístico Cultural(DAC), da Secretaria de Cultura e Arte (SeCArte), da Universidade Federal de Santa Catarina. Tem experiência na área de Artes, com ênfase em Teatro, atuando principalmente nos seguintes temas: teatro-educação e produção teatral. Coordenadora e ministrante da Oficina de Teatro para Adolescentes do DAC/UFSC (1987 a 2016), coordenadora da Semana de Arte do DAC/UFSC (2012 a 2016), coordenadora adjunta do projeto Cena Aberta (DAC), e coordenadora executiva do FITA – Festival Internacional de Teatro de Animação de Florianópolis (2007-2017), parceria com a UFSC (ART/CCE e DAC/SeCArte).

 

________________________________

 

Mais informações e esclarecimentos:

Pelo telefone (48) 3721–2498 e pelo E-mail:

 

Coordenação dos Cursos e Oficinas Livres de Arte do DAC

Departamento Artístico Cultural da UFSC

Secretaria de Cultura e Arte

Universidade Federal de Santa Catarina

 

_____________________________________

_____________________________________