Coral e Orquestra da UFSC fazem apresentações de fim de ano

13/12/2013 00:11

Em clima de fim de ano, o Coral e a Orquestra de Câmara da UFSC fazem suas últimas apresentações de 2013 na UFSC, no bairro Campeche e na cidade de Timbó. O repertório dos grupos possui músicas brasileiras e natalinas.

Nesta quinta-feira (12/12), o Coral abre as portas da Igrejinha da UFSC para a comunidade assistir a um ensaio aberto, às 20h30. No sábado (14/12), o Coral viaja até Timbó a convite da prefeitura da cidade, onde se apresenta na praça da cidade.

Encerrando o calendário, na segunda-feira (16/12) O Coral e a Orquestra de Câmara da UFSC fazem apresentação na Igreja São Sebastião, no Campeche.

Os 50 anos do Coral da UFSC

Ao longo de sua história, já passaram pelo Coral da UFSC mais de 2.500 cantores, entre brasileiros e estrangeiros, alguns deles também integrantes de outros corais, que vêm buscar na Universidade a experiência de fazer coral. O Coral é formado por alunos, professores e técnicos-administrativos da UFSC, bem como por pessoas da comunidade externa.

O primeiro regente do coral, padre Agostinho Stähelin, atuou nos primeiros seis meses de vida do grupo. Desde 1963, por 33 anos, o coral teve como regente o maestro José Acácio Santana. Nesse período, gravou sete LPs, dois CDs e especiais para televisão. Realizou inúmeros oratórios, concertos na comunidade e assessorou e incentivou a criação de mais de 200 corais no Estado. Em 1994 teve a sua consagração internacional com a tournée européia, apresentando-se em cidades de Portugal, Espanha, França, Alemanha e Itália, incluindo a cerimônia com o papa João Paulo II no Vaticano.

De 1997 a 2004 o coral esteve sob a regência da professora Maria Severina Borges Mendes, e a partir dessa data passou a contar com a regência de Miriam Moritz, que vem realizando projetos em parceria com outros departamentos, como O Corpo na Música, a Música no Corpo, que foi realizado com o grupo de dança Fazendo Corpo Mole, com professoras do Centro de Desportos (CDS) da UFSC.

Nesses 50 anos de atividades, o coral já se apresentou em cidades de todas as regiões do Estado de Santa Catarina e em encontros e festivais no Paraná, Rio Grande do Sul, São Paulo e Rio de Janeiro.

Desde maio de 2004, o Coral é coordenado pela regente Miriam Moritz, que tem realizado vários concertos em congressos, recital e encontros de corais na UFSC, e coordena novas atividades para a comunidade, como o Grupo de Canto para Iniciantes e os projetos de extensão cultural Madrigal e Orquestra de Câmara da UFSC.

Madrigal e Orquestra de Câmara da UFSC

Criados em 2009, os projetos de Extensão Madrigal da UFSC e Orquestra de Câmara da UFSC têm por objetivo fomentar e difundir a música vocal e instrumental, proporcionando aos músicos em potencial, que fazem parte dos cursos de graduação da UFSC, um espaço para desenvolverem seus potenciais artístico-musicais. Os projetos também visam divulgar a música erudita e popular, através de apresentações, e com isso incentivar a formação e a cultura local. Os alunos de graduação da Universidade que participam dos projetos podem contar com o auxílio de uma Bolsa de Extensão. Essas atividades permanentes fazem parte do Departamento Artístico Cultural (DAC) da Secretaria de Cultura (SeCult) da Universidade.

A regente Miriam Moritz

Moritz foi nomeada Regente do Coral da Universidade Federal de Santa Catarina, após concurso público realizado em 2004, dando início às suas atividades em maio do mesmo ano. Desenvolveu os Projetos: “Reconstruindo a Escuta do usuário de Implante Coclear” com equipe multidisciplinar, “Canto para Comunidade” do Projeto Caeira 21. “Música para Pessoas com doença de Parkinson”, dirigido à comunidade e à Associação Parkinson de Santa Catarina. Desenvolve ainda os seguintes Projetos de Extensão na UFSC: “Orquestra de Câmara da UFSC”, “Madrigal da UFSC”, “Coral da UFSC” e também desenvolve o projeto “Grupo de Canto para Iniciantes”. Além disso, supervisiona estágios na área da música em parceria com a UDESC. Graduada em Música, tem especialização em Musicoterapia e cursa mestrado com pesquisa sobre Música Brasileira.

 

Fonte: Bruna Andrade – Acadêmica de Jornalismo, Estagiária no DAC: SECULT:UFSC

 

06/12/2013 18:38

Noite de Reis, do Grupo de Teatro do Colégio de Aplicação da UFSC, nesta sexta, sábado e domingo, de 6 a 8/12. Clic na imagem e saiba mais.

Colégio de Aplicação da UFSC faz apresentação no Teatro da UFSC

06/12/2013 18:36

Teatro da UFSC, ao lado da Igrejinha

Colégio de Aplicação da UFSC faz apresentação no Teatro da UFSC

O Teatro da UFSC recebe o espetáculo Noite de Reis, do Grupo de Teatro do Colégio de Aplicação da UFSC, nesta sexta (6/12) e sábado (7/12), às 20h, e no domingo (8/12), às 19h. A peça tem participação de 16 alunos do ensino fundamental e médio da escola e é dirigido por Nara Wedekin.

O processo de criação e elaboração do espetáculo aconteceu desde o início do ano. O texto é baseado em uma comédia de William Shakespeare. A história inicia com um naufrágio em que uma irmã é separada de seu irmão gêmeo. Na tempestade, um teme pela morte do outro. A irmã, Viola, chega à cidade de Ilíria, onde decide se disfarçar de homem para sua segurança. Já disfarçada como Cesário, ela consegue um trabalho na corte do Duque de Orsino que tem uma paixão não correspondida por Olívia. Com a chegada do irmão de Viola na cidade, muitos mal-entendidos acontecem.

A entrada é gratuita. Quem quiser pode colaborar com um quilo de alimento não-perecível.

 

SERVIÇO:

O QUÊ: peça Noite de Reis, do Colégio de Aplicação da UFSC

QUANDO: dias 6 e 7, às 20h, e 8 de dezembro, às 19h

ONDE: Teatro da UFSC (ao lado da Igrejinha) – Praça Santos Dumont, Trindade.

QUANTO: Gratuito.

Fonte: Bruna Andrade – Acadêmica de Jornalismo, Estagiária no DAC: SECULT:UFSC

 

26/11/2013 19:12

Teatro da UFSC recebe “A primeira vez que…”, dias 30 de novembro e 1º de dezembro, às 20 horas. Clic na imagem e sabia mais.

Grupo de improviso apresenta “A primeira vez que…” no Teatro da UFSC

26/11/2013 19:10

O grupo Caras de Palco Teatro de Improviso traz o trabalho “A primeira vez que…” para o palco do Teatro da UFSC no dias 30 de novembro e 1º de dezembro, às 20 horas. A peça faz parte da modalidade Playback Theatre, em que a diretora, atores, músicos e plateia constroem juntos o espetáculo. Os ingressos serão vendidos na bilheteria que abrirá às 19 horas.

Em “A primeira vez que…” não há um enredo pronto. A plateia fornece as histórias, contando suas experiências que serão transformadas pela equipe do Caras de Palco em uma pequena peça teatral. Tudo acontece na hora, sem nenhuma combinação entre atores, músico e direção.

O grupo trabalha com o que o desconhecido desperta no ser humano: a série de sentimentos que são desencadeadas pela sensação de estranhamento. Os enredos, fornecidos pelo púlico, são exploradas pelos atores e músicos, que fazem sua perfomance em cima das experiências e emoções humanas compartilhadas no momento.

Os Caras de Palco Teatro de Improviso

O grupo Caras de Palco Teatro de Improviso nasceu em setembro de 2011 quando 15 pessoas, a convite de Carolina Andaló Fava, se reuniram para criar um novo grupo de teatro na cidade de Florianópolis. A equipe tinha como objetivo fazer teatro de improviso, tendo como carro-chefe de seu repertório as modalidades de “Playback Theatre” e “Teatro Espontâneo”.

A partir dessa data, iniciou-se a jornada de treinamento e preparação da trupe, que em 2012 foi batizada de Caras de Palco Teatro de Improviso. Durante o primeiro ano, o grupo dedicou-se ao intenso aprendizado e treinamento nessas modalidades teatrais para iniciar suas apresentações públicas em novembro de 2012, no encerramento do “Encontro de Terapias Energéticas e Corporais”, em Florianópolis. Nesse mesmo ano, a diretora Carolina, juntamente com alguns de seus colegas de grupo, realizou em espaço próprio várias sessões de Teatro Espontâneo e ensaios abertos de Playback Theatre.

Em março de 2013 o grupo se apresentou na Páscoa Solidária organizada pela CUFA (Central Única de Favelas). Em abril, o grupo realizou sua primeira apresentação em teatro, com o espetáculo de Playback Theatre “Momentos Marcantes”, no teatro da UBRO. Também já subiram aos palcos com as peças “Encontros e desencontros”, “Vida em cena”, “Caleidoscópio” e “Mosaico”.

A diretora

Carolina Andaló Fava, diretora do Grupo Caras de Palco Teatro de Improviso, iniciou sua caminhada pelas artes cênicas ainda em seus tempos de graduação. Sua experiência em aulas de Psicodrama a encaminharam para a formação na Cia. do Teatro Espontâneo, dirigida por Moysés Aguiar. Anos mais tarde participou da fundação da primeira companhia de Playback Theatre do Brasil, a São Paulo Playback Theatre, onde participou como atriz por três anos e meio.

Graduou-se como psicóloga pela Universidade Federal de Santa Catarina no ano de 1992. Sempre se interessou em trabalhos com grupos, formando-se como Coordenadora de Grupos na Abordagem de Pichon-Rivière em 1991, na cidade Florianópolis. Em 1998 conclui formação em Psicodrama e Teatro Espontâneo em Campinas/SP e, no ano de 1999, termina especialização Reichiana no Instituto Sedes Sapientiae em São Paulo.

A partir do ano de 2011, retoma seu desejo de voltar a fazer Playback Theatre e convida alguns atores para integrar um grupo de teatro de improviso na cidade de Florianópolis. A partir de então passam a ensaiar, e no momento da escolha do nome deste novo grupo, lembra-se da antiga experiência e lança o nome num ensaio. Este é aceito prontamente por todo o grupo e assim nasce o Caras de Palco Teatro de Improviso.

Sinopse

O desconhecido desperta no ser humano uma sensação de estranhamento que desencadeia uma série de novas emoções. Somos constituidos a partir de nossas experiências e a cada instante o estranho e o novo nos põe em contato com aquilo que ao mesmo tempo nos instiga mas também paralisa. No espetáculo “A primeira vez que…” o público terá a oportunidade de contar, ver e reviver momentos preciosos em que experimentou algo pela primeira vez. A vida, transformada em arte, nos ensinando e nos emocionando!

Ficha técnica

Direção: Carolina Andaló Fava

Elenco: Denise Miguel; Leonardo Lima; Lilian Reif; Márcio Jibrin.

Música: Gabriel Ferrão

Equipe de Produção: Allyne Fernandes, Dilmo Nunes, Suelen Santos.

 

SERVIÇO:

O QUÊ: peça de improviso “A primeira vez que…”

QUANDO: dias 30/11 e 1º/12, às 20 horas

ONDE: Teatro da UFSC (ao lado da Igrejinha) – Praça Santos Dumont, Trindade, Florianópolis-SC.

QUANTO: R$10; estudantes e idosos pagam meia (R$5). Os ingressos serão vendidos na bilheteria do Teatro, que abre no dia, às 19h.

CONTATO: Carolina Fava – 9917-9897

Veja mais em : www.carasdepalco.com.br ou  www.facebook.com/grupocarasdepalco

 

Por Bruna Andrade – Acadêmica de Jornalismo, Estagiária no DAC: SECULT: UFSC